fbpx
Trabalhos em Altura e Andaimes

O curso de Trabalhos em Altura e Andaimes surge como resposta ao dever de as empresas prestarem aos seus trabalhadores e seus representantes para a segurança, higiene e saúde no trabalho formação adequada sobre os equipamentos de trabalho utilizados, conforme art.º 8º do Decreto-lei nº 50/2005 de 25 de fevereiro, assim como no art.º 36º, art.º 40. 

Destinatários
Profissionais no ativo ou não que desempenham ou pretendam desempenhar funções no âmbito de utilização de Andaimes e ou Trabalhos em Altura.

Duração

16 Horas

Área Temática da Formação

862 – Higiene e Segurança no Trabalho 

Objetivo Geral

Dotar os(as) formandos(as) de conhecimentos específicos para a utilização adequada de equipamentos de trabalho, nomeadamente no que respeita a andaimes e medidas de proteção nos trabalhos em altura. 

Objetivos Específicos

Como objetivos específicos, pretende-se que no final da ação de formação os (as) formandos (as) sejam capazes de:

  • Conhecer e Compreender alguns conceitos de trabalhos em altura:
  • Legislação, regulamentação, diretivas e marca CE;
  • Identificação e Seleção de EPI´S e EPC’S Anti-Queda;
  • EPI’S e EPC’S: Linhas de Vida Verticais e Horizontais;
  • Uso, Manutenção e Inspeção de um EPI Anti-Queda;
  • Escadas, escadotes e acesso a telhados e coberturas;
  • Fatores e riscos de acidente nos Trabalhos em Altura;
  • Conhecer e Compreender alguns conceitos, nomeadamente: Interpretação no plano de montagem, desmontagem e reconversão do andaime; segurança durante a montagem, desmontagem ou reconversão do andaime; medidas que garantem a segurança do andaime em caso de alteração das condições meteorológicas; medidas de prevenção dos riscos de queda de pessoas e ou objetos; as condições de carga admissível; outros riscos que a montagem, desmontagem ou reconversão possa comportar.

Estrutura Programática

  • Tipos de Trabalho em Altura:
  • Escadas;
  • Andaimes Móveis;
  • Andaimes Fixos;
  • Andaimes suspensos;
  • Postes e torres metálicas;
  • Plataformas suspensas (Cestos);
  • Plataformas individuais e móveis;
  • Plataformas de trabalho em consola;
  • Cordas;
  • Normas de Segurança;
  • Riscos associados ao trabalho em altura;
  • EPI’S e EPC´S
  • Trabalhos com utilização de linhas de vida e cintos de segurança;
  • Acesso a locais elevados;
  • Autorização de trabalho para a realização de trabalhos em altura;
  • Realização de práticas simuladas (caso as instalações, reúna as condições necessárias para o efeito).

Modalidade de Formação

Formação de inicial / aperfeiçoamento

Forma de Organização da Formação

Formação à distância, contínua

Avaliação

Os(as) formandos(as) serão avaliados sob a forma de ficha escrita de carácter obrigatório. A assiduidade e comportamentos serão também fator de análise e avaliação.

Regime de Presenças e Certificação

Será considerada frequência com aproveitamento sempre que o formando obtenha uma classificação final igual ou superior a 10 valores (numa escala de 1 a 20 valores), e tenha registado uma frequência efetiva igual ou superior a 95% da carga horária total do curso. A frequência com aproveitamento confere ao formando o direito a receber um Certificado de Formação Profissional com uma nota final global resultante da média final da avaliação de todos os módulos.

O direito ao certificado implica:

  • A avaliação em todos os módulos;
  • A obtenção de aproveitamento na avaliação contínua;
  • A assiduidade ser igual ou superior a 95% do total de horas da ação de formação;
  • O comportamento adequado (tendo em atenção os seguintes parâmetros: participação, responsabilidade, relações interpessoais e pontualidade).

Recursos Materiais e Pedagógicos disponíveis para os(as) Formandos(as)

  • Bloco
  • Caneta
  • Manual
  • Videoprojector
  • Quadro para escrita
  • Exercícios de apoio à formação (quando aplicável)
  • Outro material de apoio produzido pelo formador (quando aplicável).

Requisitos de Acesso e Critérios de Seleção

Requisitos de Frequência 

Ao nível dos requisitos de frequência para o curso foram definidos os seguintes:

  • Ativo empregado ou desempregado com idade igual ou superior a 18 anos;
  • Escolaridade mínima obrigatória de acordo com a data de nascimento ou em processo de aquisição dessas habilitações ou em processo de aquisição dessas habilitações;

Critérios de Seleção 

  1. Com ou sem experiência profissional;
  2. Motivações de frequência da ação: tendo esta formação como objetivos globais o reforço do nível de qualificações, procuraremos privilegiar comportamentos e atitudes evidenciadas pelos candidatos que traduzam uma vontade manifesta de melhoria das suas competências profissionais;
  3. Igualdade de oportunidades: no processo de seleção, procuraremos assegurar a igualdade de sexos, pelo que em cada ação de formação pretendemos integrar 50% de Homens e 50% de Mulheres.

Perfil do(a) Formador(a)

A execução da ação de formação será assegurada por Formadores(as) que, estando devidamente certificados ao abrigo da legislação em vigor – portadores(as) de Certificado de Competências Profissionais (antigo CAP) –, disponham de conhecimentos teóricos e práticos sobre a temática.

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.